segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Movimento

 Laban buscava um tipo de arte que envolvesse ação e pessoas, procurava uma arte que necessitasse da participação ativa de um grupo. Seu profundo interesse estava no homem, na sua vida, nos seus movimentos e na sua expressão.
"O movimento é fundamental à vida. Quando acontece, envolve a personalidade do ser humano com um todo, leva a um estado de ânimo que traz bem estar e alegria. 
Neste momento, consciente e inconsciente estão em perfeita sintonia e comunicação. Vivências como esta visam a estimular e desenvolver o senso pessoal, o conhecimento e a aceitação do outro, tornando as pessoas habilidosas e criativas" (Maria Duschenes, 1989)